Câmara de Seia exterminou 119 ninhos de vespa asiática em 2018

O município de Seia, na Serra da Estrela, adianta que vai realizar, no dia 16, um sábado, a partir das 14 horas,  uma ação de sensibilização sobre a vespa asiática.

A Câmara Municipal de Seia, no distrito da Guarda, anunciou hoje que em 2018 foram destruídos no concelho cerca de 119 ninhos de vespa velutina, conhecida como vespa asiática.

Segundo um comunicado da autarquia presidida por Carlos Filipe Camelo, “na área de intervenção, só em 2018, as equipas do Serviço Municipal de Proteção Civil do município de Seia exterminaram cerca de 119 ninhos”.

“O combate a esta espécie invasora está nas prioridades do município, pelo impacto negativo que esta representa para as explorações apícolas do concelho e da região, comprometendo seriamente a produção de mel e seus derivados”, lê-se na nota.

O município de Seia, na Serra da Estrela, adianta que vai realizar, no dia 16, um sábado, a partir das 14 horas,  uma ação de sensibilização sobre a vespa asiática.

A iniciativa, que vai decorrer no auditório do CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela, é realizada pela Câmara Municipal de Seia em parceria com a Coopbei – Cooperativa Apícola de Mangualde (Viseu).

Segundo a organização, a ação tem por objetivo “alertar os apicultores e a população em geral para os perigos associados a esta espécie invasora, assim como para os cuidados a ter, e transmitir os métodos mais eficazes para o seu combate”.

Os trabalhos começam com uma intervenção sobre o “Ciclo de vida da vespa velutina e técnicas de defesa dos apiários”, pela Coopbei, seguindo-se outra em torno da temática da “Identificação e destruição de ninhos de vespa velutina”, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Seia.

Para o final da sessão, está programada uma oficina de construção de armadilhas para capturar vespas e a entrega de alguns exemplares desenvolvidos pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Seia.

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, disse na terça-feira, em Marco de Canaveses, que o Governo leva “muito a sério” o combate à vespa velutina, por ser um problema que “afeta a economia”.

No ano passado, foram eliminados 4.085 ninhos em território nacional, a maioria a norte do Tejo.

A presença desta espécie de vespa foi confirmada em Portugal em 2011, sendo que o principal impacto conhecido desta espécie é a predação das abelhas.




Conteúdo Recomendado