Câmara de Celorico da Beira planta duas mil árvores junto do Parque Industrial

A ação de plantação insere-se no âmbito do Dia Da Floresta Autóctone e vai realizar-se na próxima terça-feira, dia 26.

A Câmara Municipal de Celorico da Beira vai plantar, na terça-feira, duas mil árvores junto do Parque Industrial, no âmbito da comemoração do Dia Da Floresta Autóctone, foi hoje anunciado.

Segundo a autarquia presidida por Carlos Ascensão (PSD), as árvores autóctones (bétulas, medronheiros e carvalhos) vão ser plantadas por voluntários, com a colaboração dos alunos das escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e dos jardins-de-infância do concelho.

A fonte refere em comunicado que a plantação das árvores, que foram doadas pela Fundação Galp através da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA), vai decorrer entre as 09h30 e as 12h30, junto ao Parque Industrial (Ecocentro) daquela vila do distrito da Guarda.

A ação de plantação insere-se no âmbito do Dia Da Floresta Autóctone, que se comemora no sábado.

A autarquia de Celorico da Beira explica que se associou ao movimento Terra de Esperança, “que tem a importante missão de contribuir para a reflorestação de Portugal”, com o objetivo de “consciencializar todas as crianças, jovens e munícipes para a importância da preservação da natureza”.

A ANEFA lançou no final do ano de 2002 o Projeto ProNatura, iniciativa que visa apoiar, através de ações de responsabilização social nas empresas e instituições, a reflorestação de áreas ardidas e/ou degradadas.

“Como forma de continuar com o trabalho iniciado pela ANEFA e face aos incêndios de 2017, a Fundação Galp associou-se à ANEFA e criou o movimento Terra de Esperança, sob o mote ‘Cinza nunca será a cor da Esperança'”, refere ainda o município.




Conteúdo Recomendado