Boom Festival leva 147 nacionalidades a Idanha-a-Nova

Idanha-a-nova acolhe a partir de hoje e até dia 29 de julho, a 12ª edição do Boom Festival.

O Boom Festival regressa aos 150 hectares da Herdade da Granja, em Idanha-a-Nova a partir de hoje e até dia 29 de julho. A edição deste ano recebe como país convidado a Costa Rica.

A 12ª edição do evento que, de dois em dois anos, transforma a margem direita da Albufeira de Idanha no paraíso na terra, conta este ano com boomers de 147 nacionalidades, que correspondem a 85% do público aguardado.

O Boom Festival tem um impacto social, ambiental, económico e cultural no Interior, mas é também um dos principais ativos de Idanha-a-Nova e tem contribuído para o sucesso da estratégia de desenvolvimento do município, pois cria valor na região, riqueza e emprego, direta ou indiretamente.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, refere que o festival assegura “toda a inovação em termos de práticas de sustentabilidade ambiental e social ou a projeção internacional muito positiva – diria mesmo inexcedível – de Idanha e de Portugal”.

Com vários projetos que têm vindo a ser pensados, por parte do Governo, para desenvolver o Interior do país, o autarca salienta que o Boom Festival “tem um impacto económico de milhões de euros na economia nacional, sendo que a organização tem a preocupação de refletir o máximo no concelho e na região, tanto que faz questão de ter a sua sede em Idanha-a-Nova.”

Segundo o antigo presidente das autarquias de Idanha-a-Nova e de Castelo Branco, Joaquim Mourão, a grande qualidade do Boom Festival é “dar a conhecer as potencialidades da região”. Joaquim Morão estima mesmo que o evento movimente “aproximadamente 12 milhões de euros em cada edição, gerando um impacto na economia nacional a rondar os 35 milhões de euros”.    

Uma das grandes referências do Boom Festival é a promoção da sustentabilidade ambiental, sendo este evento membro da iniciativa “United Nations Music & Environment Stakeholder” desde 2010, a convite da UNEP – United Nations Environment Programme, organismo pertencente à ONU, e distinguido em 2008, 2010, 2012, 2014 e 2016 com o “Outstanding Greener Festival Award”, o prémio mundial mais importante de eventos sustentáveis atribuído por “A Greener Festival”.




Conteúdo Recomendado