ASTA ganha prémio na Argentina

A Associação de Teatro e Outras Artes, companhia covilhanense, destaca-se no 14.º Festival Ibero Americano Mar del Plata, com a obra Paradjanov – A Celebração da Vida.

Na Categoria de Drama, a companhia de teatro covilhanense arrecada a distinção de Melhor Monólogo, no 14.º Festival Ibero Americano Mar del Plata, na Argentina.

O ator, Sérgio Novo, foi ainda nomeado para o Prémio de Melhor Ator, e Pati Domenech para Melhor Diretor.

 A ASTA, companhia de teatro profissional sediada na Covilhã, está desde o passado dia 1 de outubro em digressão pela América Latina, com a obra “Paradjanov – A Celebração da Vida”, um trabalho unipessoal, que celebra os 20 anos de carreira do ator Sérgio Novo.

A primeira paragem foi em Buenos Aires, no passado dia 4 de outubro, e no dia 6 de outubro apresentou-se no festival de Mar del Palta.

Este novo prémio, eleva para 19 as distinções alcançadas pela ASTA, ao longo dos seus 18 anos de atividade ininterrupta, oriundas de 5 países (Argentina, Espanha, França, Marrocos e Portugal).

Este espetáculo foi estreado no início do ano, em Santander, passou ainda por Burgos, Tenerife, Madrid e Barcelona, em Espanha. Em Itália foi apresentado nas cidades de Gubio e Loreto. Em Portugal, a produção foi apresentada na Covilhã, Santa Maria da Feira, Idanha-a-Nova, Vieira de Leiria e Sintra. Tendo ainda viajado até à capital da Arménia, Yerevan, para participar no Festival Internacional de Teatro Armmono

Este projeto da ASTA, gira em torno da vida e obra do grande cineasta arménio, Sergei Paradjanov, considerado um dos mais importantes do século XX e, até ao momento, foram realizadas, um total de 28 apresentações.

O projeto é financiado pelo Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes, que conta com o apoio à internacionalização por parte da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

 



Conteúdo Recomendado