Associação Comercial da Guarda pede a comerciantes que enfeitem lojas

A direção da Associação do Comércio e Serviços do Distrito da Guarda (ACG) apelou hoje aos comerciantes para decorarem os seus estabelecimentos com elementos alusivos ao 10 de Junho, colaborando com a oferta da bandeira nacional.

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, designou este ano a cidade da Guarda para sede das comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que vão decorrer na segunda e na terça-feira. A direção da ACG presidida por Miguel Alves justifica, em comunicado enviado hoje à agência Lusa, que “não poderia deixar passar a realização deste importante evento sem a ele se associar, contribuindo para a divulgação da imagem da cidade da Guarda pelos quatro cantos do país e pelas comunidades portuguesas”. A associação está a lançar o desafio aos seus associados para, durante o período das comemorações, decorarem os seus estabelecimentos comerciais “com elementos alusivos” à efeméride. “Como forma de dar o exemplo, disponibilizará gratuitamente a todos os que a solicitarem, uma bandeira nacional, para a decoração das suas montras ou espaços comerciais”, refere a nota da ACG. Segundo a associação de comerciantes, as bandeiras poderão ser levantadas na sua sede, a partir de quinta-feira. A direção da ACG reconhece que as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas são “um evento de reconhecida importância para a afirmação do país, das suas comunidades, da língua portuguesa e de toda uma nação e do seu povo”. “A Guarda, pela expressão da nacionalidade e da identidade nacional, pelo património, pela visão altaneira do país e pela ligação privilegiada à Europa é o lugar certo para a reflexão e interpretação do nosso destino coletivo”, sustenta. Na terça-feira, o presidente da Câmara da Guarda também apelou aos habitantes que coloquem a bandeira nacional em janelas, varandas e fachadas, por ocasião das comemorações oficiais do 10 de Junho. O autarca Álvaro Amaro pede aos cidadãos que transmitam “a partir da cidade mais alta uma energia positiva a todo o país” por ocasião das comemorações de mais um Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.




Conteúdo Recomendado