Aldeias Históricas de Portugal premiada no Festival ART&TUR

O filme “GR22 – Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal”, produzido pela Um Segundo Filmes com a direcção de Humberto Rocha, para as Aldeias Históricas de Portugal, recebeu o 2º Prémio na Categoria Temática Turismo Rural da Competição Nacional ART&TUR 2016, na 9ª edição do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo.

Este ano estiveram a concurso um total de 301 filmes de 52 países. A Cerimónia de Entrega de Prémios decorreu na passada sexta-feira, 21 de outubro, em Vila Nova de Gaia.

O Festival ART&TUR é um dos maiores e mais criativos certames de cinema de turismo a nível mundial, promovido pela APTUR – Associação Portuguesa de Turismologia, em parceria com a BRIDGE – Events and entertainment e é internacionalmente reconhecido como um veículo eficaz de Marketing Turístico, em particular na valorização e activação das marcas das entidades participantes.

A participação das Aldeias Históricas de Portugal é financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através, designadamente, dos programas Centro 2020 (Programa Operacional Regional do Centro), via Portugal 2020, e através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).

Aldeias Históricas de Portugal é uma Associação de Desenvolvimento Turístico, de direito privado e sem fins lucrativos. Criada em 2007, tem como objecto promover o desenvolvimento turístico da Rede “Aldeias Históricas de Portugal” da qual fazem parte Almeida, Arganil, Belmonte, Celorico da Beira, Fundão, Figueira de Castelo Rodrigo, Idanha-a-Nova, Mêda, Sabugal e Trancoso.

A Associação Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal (ADTAHP) é a entidade gestora da marca turística, contando com parceiros públicos e privados. Esta abordagem mista permite uma melhor comunicação entre todos os stakeholders do território e o desenvolvimento de ações orientadas para satisfazer as necessidades existentes e percebidas pelos agentes locais. Com sede em Belmonte, a ADTAHP permite uma centralidade mais justa e um reconhecimento concreto de cada especificidade de cada aldeia e concelho.

Veja ou reveja o filme na íntegra:




Conteúdo Recomendado