Transformação digital “é para Portugal” possibilidade de “dar o salto”

O ministro da Economia afirmou hoje que a transformação digital é para Portugal “uma possibilidade de dar o salto para níveis de desenvolvimento superior” e manifestou-se “inteiramente disponível” para colocar os recursos públicos ao serviço desse desígnio.

Pedro Siza Vieira falava no 30.º congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), dedicado à reinvenção da tecnologia, que hoje termina.

“A transformação digital é para Portugal uma possibilidade de dar o salto para níveis de desenvolvimento superior, uma possibilidade de fazer partilhar” com os cidadãos as oportunidades que estas tecnologias “oferecem a todos se soubermos bem conseguir concitar as vontades de todos”, disse o ministro da Economia e da Transição Digital.

“Este congresso representa por isso uma oportunidade de assegurar uma reflexão mais estruturada sobre todos estes temas”, salientou, apontando que ao longo do último dia do evento será abordada “a reinvenção das atividades económicas” através das tecnologias digitais.

“Estou não apenas com muita confiança sobre a capacidade das nossas empresas e da nossa sociedade abraçarem essa transformação, mas também inteiramente disponível para colocar os recursos públicos ao serviço dessa transformação”, acrescentou o governante.

Durante a sua intervenção, na abertura do congresso, Pedro Siza Vieira sublinhou que o último ano foi “absolutamente extraordinário como catalisador e acelerador de mudanças” que já eram intuídas, apontando que muitas empresas tiveram de apostar no digital para “serem capazes de manter a sua atividade”.

Nos próximos anos, “estou absolutamente convencido que o mundo inteiro e também no nosso país vai começar a ver fluir os benefícios totais destas tecnologias, elas vão transformar profundamente os modelos de negócios das empresas”, sublinhou Pedro Siza Vieira.


Conteúdo Recomendado