Simone de Oliveira na programação do último quadrimestre do Teatro Municipal da Guarda

Um espetáculo da cantora Simone de Oliveira é um dos destaques da programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) para os próximos quatro meses, foi hoje anunciado.

Segundo Victor Afonso, programador cultural do TMG, Simone de Oliveira apresenta-se no grande auditório, no dia 27 de novembro, no âmbito das comemorações do 815.º aniversário da cidade da Guarda. O programa comemorativo integra ainda, nos dias 28 e 29 de novembro, um espetáculo comunitário de música e teatro, sob a orientação de Fernando Mota e Cláudia Andrade, que envolverá grupos e associações locais. A agenda do TMG para os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, hoje apresentada em conferência de imprensa, integra ciclos temáticos, música, artes plásticas, teatro, cinema e dança. Victor Afonso destacou a realização do ciclo “Diferente é igual [Ciclo de Arte-Terapia]”, que aborda a questão da deficiência e que inclui doze atividades de música, cinema, artes plásticas, oficinas de musicoterapia e teatro, entre outras. “É um dos ciclos estruturantes da programação deste quadrimestre”, disse o responsável, indicando que o evento é “não só vocacionado para o público portador de deficiência, como algumas atividades são interpretadas por esse próprio público”. A programação do TMG também integra o cine-concerto “Burmester. Pasolini. Bach.”, por Pedro Burmester (13 setembro), o espetáculo “aCuerdas”, de Fátima Miranda e Marc Egea (25 outubro), e o concerto “Deixem o pimba em paz”, de Bruno Nogueira e Manuela Azevedo (06 dezembro). Ainda na música, serão realizados dois ciclos: IX Síntese – Ciclo de Música Contemporânea da Guarda (11 – 18 outubro) e Rock em Português (12 – 14 novembro). O dia mundial da música, 01 de outubro, será assinalado com um espetáculo do músico da Guarda Rui Pedro Dias. No teatro, realce para a peça “Gata em telhado de zinco quente”, pelos Artistas Unidos (08 novembro), e nas artes plásticas, para a exposição “Provas de Contacto”, da autoria de José de Guimarães (27 setembro a 31 dezembro). O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, que esteve na conferência de imprensa, considera que a programação hoje apresentada é “densa e rica”. O autarca lembrou que a política cultural assumida para o TMG pelo executivo que lidera permitiu aumentar a afluência de público ao complexo cultural em cerca de 5% e diminuir os custos em 21%. “Só posso manifestar uma satisfação por aqueles que são os indicadores com os quais somos confrontados”, disse, revelando que a programação para os últimos quatro meses de 2014 custa nove mil euros aos cofres do município. Álvaro Amaro anunciou ainda que a autarquia vai passar a realizar anualmente uma ou duas conferências, denominadas “As conferências da Guarda”, por ocasião do aniversário da cidade. A primeira está marcada para o dia 28 de novembro e ainda não tem temática, local nem convidados definidos, disse.



Conteúdo Recomendado