Projeto “e-Guard” monitoriza idosos sozinhos ou isolados através de teleassistência na Guarda

Idosos receberam um aparelho com botão de pânico com cartão de telemóvel.

A GNR da Guarda já tem no terreno um projeto piloto de teleassistência a idosos sozinhos e isolados que monitoriza cerca de cem pessoas no distrito da Guarda.

A cada utilizador basta acionar um botão para ter resposta ao pedido de socorro e quem foi sinalizado respira de alívio.
Os idosos receberam um aparelho com botão de pânico com um cartão de telemóvel e a sala de situação da GNR recebe alertas e aciona meios de socorro.

O projeto envolve ainda, além da GNR e das Câmaras Municipais, a ADSI – Agência para o Desenvolvimento da Sociedade de Informação da Guarda, que “promove o desenvolvimento da região utilizando as tecnologias da informação e do conhecimento”, segundo o seu presidente José Gomes

A Guarda é, depois de Vila Real, o segundo distrito mais problemático do país com 4.522 idosos sozinho ou isolados.



Conteúdo Recomendado