Programação do Teatro Municipal da Guarda para o próximo quadrimestre já foi apresentada

Concertos de Rui Veloso, de Ana Bacalhau e o ciclo Guarda In Jazz destacam-se na programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) para os meses de abril, maio, junho e julho, foi hoje anunciado.

O músico Rui Veloso sobe ao palco do grande auditório do TMG, pelas 21h30 do dia 25 de abril, para um concerto comemorativo do 13.º aniversário daquele equipamento cultural.

Ainda na música, destaque para concertos de Ana Bacalhau, a voz dos Deolinda, que se apresenta a solo na Guarda, no dia 26 de maio, de Lince (Sofia Ribeiro), no dia 16, de Surma (Débora Umbelino), no dia 30, e outro de Viviane (“Viviane canta Piaf”), a 16 de junho.

O coordenador e programador do TMG, Victor Afonso, disse na conferência de imprensa de apresentação da programação para os próximos quatro meses que o público da Guarda também tem oportunidade de assistir a sete concertos de jazz e ao lançamento de um livro, no âmbito do ciclo Guarda In Jazz.

Segundo o responsável, o ciclo, a realizar em junho e julho, inclui “uma programação muito multifacetada em termos artísticos”.

Estão programados concertos de Slow is Possible (29 junho), Elas e o Jazz (dia 30), Trio Lokomotiv (05 de julho), Vítor Rua & The Metaphysical Angels (06), João Hasselberg Spectral Songs (07), The Bad Plus (11) e Jazzamboka (12).

Durante o Guarda In Jazz, no dia 03 de julho, pelas 21h30 será apresentado, no café concerto do TMG, o livro “O Jazz depois do Jazz”, de Ivo Martins.

No teatro, realce para as peças “Portugal não é um país pequeno”, de André Amálio/Hotel Europa (13 de abril), e “O cultivo de flores de plástico”, pelo Teatro do Calafrio (de 09 a 12 de maio).

O TMG também vai receber espetáculos de dança como “Merci – A Antestreia”, de Sara Vaz (07 de abril) e “Vespa”, de Rui Horta (dia 21).

A galeria de arte do Teatro da Guarda recebe, no âmbito do Simpósio Internacional de Arte Contemporânea da Cidade da Guarda, a exposição coletiva de pintura “Transformações – Da memória à vanguarda”, entre 02 de junho e 31 de julho.

Victor Afonso disse que a programação para os meses de abril, maio, junho e julho inclui mais de 60 sessões, observando que decorrem atividades “quase diariamente”.

“Temos uma atividade muito intensa e isso também se reflete na afluência de público”, observou.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal da Guarda, Victor Amaral, disse que a programação do TMG para os próximos quatro meses é “intensa, abrangente e diversificada” e tem “atraído cada vez mais públicos”.

O autarca adiantou que no primeiro trimestre de 2018, em comparação com igual período de 2017, o TMG registou “um aumento de 49% de espectadores”, o que se traduziu em “mais 3.278 espetadores”.

Passados 13 anos após a inauguração do TMG, Victor Amaral considera que o trabalho realizado pelo município “continua a dignificar” aquela estrutura cultural “e a posicionar a Guarda num contexto regional como uma cidade de cultura”.

Pode consultar a programação na íntegra aqui. Já a bilheteira online pode ser acedida aqui.



Conteúdo Recomendado