Programação do Teatro Municipal da Guarda para o próximo quadrimestre já foi apresentada

Concertos de Miguel Angelo, The Gift e o Festival Internacional One Man Band destacam-se na programação do TMG para os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro.

A programação de setembro do Teatro Municipal da Guarda (TMG) inicia no próximo dia 4, quarta-feira, com um concerto com a famosa pianista russa Kristina Miller. O concerto surge no âmbito dos Concertos de Verão da Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa (OaFP 2019) e inclui uma importante estreia nacional da obra musical do compositor português António Vitorino d’Almeida.

A 14 de setembro, a nova criação de Jonas & Lande, intitulada “Lento e Largo”, é apresentada na Caixa de Palco do Grande auditório, numa coprodução do TMG no âmbito da Rede 5 Sentidos. No dia 20, Miguel Angelo, o ex-cantor dos Delfins, sobe pela primeira vez ao palco do Grande Auditório do TMG.

De 24 de setembro a 10 de outubro, a jovem ilustradora da Guarda, Eva Leoporino, de 12 anos, mostra os seus trabalhos “Delicadeva” no Café Concerto. O mesmo espaço acolhe ainda o espetáculo de música “The Happy Mess” (25 de setembro) e um concerto solidário (28 de setembro), organizado pela Liga Portuguesa Contra o Cancro com o apoio da Câmara Municipal da Guarda e o TMG.

O Dia Mundial da Música é celebrado com 10 pequenos concertos de diferentes géneros musicais por músicos da Guarda ou com forte ligação à cidade. “Músicaconchego” é o nome da iniciativa a acontecer ao longo do dia e noite em sítios inusitados do Teatro Municipal, ocasionando proximidade entre público e artistas. A exposição “Mesa dos sonhos – duas coleções de Arte Contemporânea” da Fundação Serralves, com curadoria de João Silvério, é inaugurada no dia 23 de outubro e estará patente na Galeria de Arte até ao dia 23 de novembro.

A 16 de setembro, estreia a nível nacional a peça de teatro “2513 – O livre  pensamento”. Segundo uma nota informativa do TMG, trata-se de uma peça sobre a importância da luta da guardense Carolina Beatriz Ângelo pelos direitos das mulheres numa sociedade machista, numa criação e produção de “Sincera Teatro”.

A edição deste ano do “Festival Internacional One Man Band”, com músicos de vários países da europa, oferece 6 concertos a decorrerem a 18 e 19 de outubro, mais uma vez no Café Concerto.

No dia 24 de outubro, Vinicius Piedade apresenta “Cárcere”, “um momento teatral de forte de intensidade que reflete sobre a privação de liberdade e os direitos humanos essenciais”. A programação de outubro encerra com um concerto de Sarah McCoy, uma das mais aclamadas cantoras da atualidade.

Novembro arranca com um espetáculo único que junta flamenco, música, dança, teatro e vídeo. Trata-se de “A Nave de Teseo”, pela companhia Puerto Flamenco. As atividades prosseguem no dia 6, com “O ano da morte de Ricardo Reis” uma peça baseada no livro de José Saramago, com adaptação de Miguel Real. No dia 13, Trevor Gordon Hall, um instrumentista de Filadélfia com uma técnica única de tocar guitarra, atua no Café Concerto.

No Dia da Cidade da Guarda, que se assinala a 27 de novembro, a banda de Alcobaça “The Gift” sobe ao palco do Grande Auditório para celebrar as comemorações da cidade mais alta do país. OS bilhetes podem ser adquiridos, AQUI.

Em dezembro, haverá três exposições “20 olhares, 20 fotografias, 20 concursos e 20 prémios”, de António Tedim, e mais um encontro/exposição do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), resultante do III Encontro “Fotografia sem fronteiras: Imagem e território”. A partir do dia 7 de dezembro, a Galeria de Arte acolhe o projeto “Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras (2019)”, também do CEI. A entrada é livre.

O ano de 2019 encerra com espetáculos de grupos de teatro da cidade da Guarda: nos dias 12 e 13 de dezembro,  o Aquilo Teatro apresenta “Geração Z” e o Teatro do Calafrio sobe ao palco com “Coração Débil”, nos dias 19, 20 e 21.

No dia 28 de dezembro, o TMG antecipa a celebração de passagem de ano com o evento “#Farewell Party 2019!”, com o Dj Dee Kay. Assim, o Café Concerto vai transformar-se numa pista de dança ao som de grandes músicas de três décadas que marcaram várias gerações: anos 80, 90 e 2000.

Consulte a agenda completa, AQUI.



Conteúdo Recomendado