Paixão de Jesus representada nas ruas da aldeia de Vilar Maior

As ruas da aldeia de Vilar Maior, no concelho do Sabugal, acolhem, na Sexta-feira Santa, a representação da Paixão de Jesus segundo São Mateus, organizada pela Unidade Pastoral do Planalto do Côa.

Segundo a organização, Vilar Maior vai “recriar o ambiente da cidade de Jerusalém do tempo de Jesus”, proporcionando aos visitantes um espetáculo que envolve quase duas centenas de colaboradores, entre técnicos, atores e responsáveis pelo guarda-roupa. A coordenação geral da encenação, que começa pelas 21h30, está a cargo do padre Hélder Lopes e de João Reis, ator amador que desempenha o papel de Jesus Cristo. A organização do evento de rua refere que “todos os intervenientes são amadores, sem formação profissional na área da representação teatral, mas todos têm uma enorme coragem e vontade de ajudar a representar cenas evangélicas da vida de Cristo”. A encenação da Paixão de Jesus é organizada, pelo quarto ano consecutivo, pela Unidade Pastoral do Planalto do Côa (UPPC). “O Conselho Pastoral de Leigos das sete paróquias da UPPC avaliou a encenação realizada em 2013 e considerou-a uma atividade pastoral inter-paroquial abrangente, útil e estratégica, seguindo os parâmetros da nova evangelização. Avaliadas as condições físicas, históricas e patrimoniais que Vilar Maior proporciona, decidiu-se repetir esta atividade na mesma localidade”, esclarece a fonte. No entanto, explica que houve a preocupação “de não cair no facilitismo de repetir o que já foi feito em anos anteriores”, sendo o texto e o percurso diferentes do ano passado. Os intervenientes na encenação são todos voluntários e naturais de localidades dos concelhos do Sabugal e de Almeida, nomeadamente Vilar Maior, Arrifana, Badamalos, Carvalhal, Bismula, Ruivós, Ruvina, Vale das Éguas, Rapoula do Côa, Baraçal, Sabugal, Aldeia de Santo António, Quarta Feira, Rebolosa, Soito, Nave, Alfaiates, Valongo, Seixo do Côa, Peroficós, Miuzela, Malhada Sorda e Vilar Formoso. A organização, que também envolve a Santa Casa da Misericórdia de Vilar Maior, conta com o apoio da Câmara Municipal do Sabugal e da União de Freguesias de Vilar Maior, Aldeia da Ribeira e Badamalos, entre outras entidades.




Conteúdo Recomendado