Museus portugueses receberam mais um milhão de novos visitantes

No ano passado, os museus portugueses receberam 11,1 milhões de visitantes, mais cerca de um milhão de visitantes face a 2012 revelam hoje as estatísticas da cultura do INE.

Do total dos visitantes aos 353 museus analisados pelo INE, 35% eram estrangeiros (3,9 milhões de pessoas) e 14,5% estavam inseridos em grupos escolares.

A subida do número de visitantes acompanha um aumento nos preços dos museus na ordem dos 3,8% que contraria a tendência de descida anual de 1,5% da inflação nos preços dos bens e serviços culturais.

Cerca de 36% dos visitantes entraram gratuitamente e mais de metade (51,4%) visitaram exposições temporárias. Os museus mais visitados foram os de história e os de arte, nas regiões de Lisboa e do Norte do País.

Ao contrário do que acontece com os museus, os cinemas continuam a perder espectadores e receitas de bilheteira.

De acordo com o mesmo relatório do INE, com base na informação do Instituto do Cinema Audiovisual, em 2013 as salas de cinema tiveram um total de 12,5 milhões de espectadores. Menos 9,2% face a 2012 e menos sete milhões de espectadores em relação a 2002, quando o setor começou a perder clientes.

Também as receitas de bilheteira e por espectador estão a reduzir-se. As receitas de bilheteira ascenderam a 65,5 milhões de euros, menos 11,4% que no ano anterior e 16,7 milhões de euros abaixo dos máximos de 2010.

Já a receita por espectador inverteu a tendência dos últimos dez anos e contraiu em 2013, quando foi de 5,2 euros.




Conteúdo Recomendado