Jovens agricultores têm novos apoios disponíveis

O Governo disponibilizou 35 milhões de euros para apoiar os jovens agricultores.

As verbas serão disponibilizadas através do Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020 e os prazos de candidatura terminam a 8 de novembro.

O objetivo dos novos apoios concentra-se em “fomentar a renovação e o rejuvenescimento das empresas agrícolas e da estrutura produtiva agroindustrial, potenciar a criação de valor, inovação, qualidade segurança alimentar, aumentar a produção de bens transacionáveis e ainternacionalização do setor, assegurando a compatibilidade dos investimentos com as normas ambientais e de higiene e segurança no trabalho”, como é possível ler-se no comunicado governamental.

Do montante, 20 milhões serão distribuídos pelos seguintes setores, nas seguintes proporções: “viticultura (400 mil), cerealicultura (600 mil, fruticultura (6 milhões), olivicultura (2,6 milhões), horticultura e floricultura (5,4 milhões), pecuária intensiva (3,8 milhões) e pecuária extensiva (1,2 milhões)”.

“É abrangido todo o território nacional do continente, sendo elegíveis investimentos nas explorações cujo valor total seja superior a 25 mil euros. Os apoios serão concedidos a fundo perdido até 700 mil euros por beneficiário e sob a forma de subvenção reembolsável entre este valor e um limite máximo de cinco milhões de euros. Os restantes 15 milhões de euros destina-se à atribuição de um prémio à instalação ao jovens agricultores”.

De realçar que, “os candidatos que tenham recebido ajudas à produção ou à atividade agrícola além dos dois anos anteriores ao da apresentação da candidatura e os que tenham celebrado um contrato de financiamento ou assumido a titularidade e a gestão direta da exploração agrícola» e inscrita «na Autoridade Tributária com atividade agrícola e no organismo pagador enquanto beneficiário não reúnem as condições legais para a atribuição destes apoios”.

As candidaturas podem ser apresentadas aqui.




Conteúdo Recomendado