IPG preencheu quase metade das vagas na 1ª fase

Para a segunda fase de candidaturas, que começa hoje, sobraram 373 vagas no Politécnico da Guarda.

Havia mais de 51 mil candidatos a uma vaga numa universidade ou politécnico. Entraram 44.500 nesta que é a 1.ª fase do concurso nacional de acesso. Para a 2.ª fase do concurso sobraram 6734. A segunda fase de candidaturas ao ensino superior começa hoje, dia 9, e prolonga-se até ao dia 20 de setembro.


No Instituto Politécnico da Guarda (IPG) foram preenchidas 364 vagas (45%) nesta primeira fase de acesso ao ensino superior e sobraram 373 para a segunda fase nos 19 cursos existentes nas quatro escolas do IPG (Saúde, Tecnologia e Gestão; Educação, Comunicação e Desporto e Turismo e Hotelaria).


Apenas dois cursos não têm vagas para a segunda fase, nomeadamente, Gestão e Gestão de Recursos Humanos, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG). Por outro lado, os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Topográfica (ESTG), e Educação Básica (Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto – ESECD) voltaram a não ter candidatos.


A nota mais alta do último colocado num curso do IPG foi de 11,5 valores, em Design de Equipamento, e a mais baixa foi de 9,5, em Desporto.


Quanto à Escola Superior de Turismo e Hotelaria, em Seia, os resultados voltaram a ficar aquém do esperado, uma vez que das 99 vagas iniciais só 36 foram preenchidas.



Conteúdo Recomendado