Governo aprova subsídio de doença pago a 100% para trabalhadores com Covid-19

O subsídio de doença em caso de infeção pelo novo coronavírus vai ser pago na totalidade durante os primeiros 28 dias, anunciou hoje a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Mariana Vieira da Silva afirmou que a medida já tinha sido aprovada em sede do Orçamento Suplementar, a qual prevê que os doentes com covid-19 recebam o subsídio de doença na totalidade durante um máximo de 28 dias.

Na reunião de hoje, o Conselho de Ministros aprovou ainda a falta justificada para os trabalhadores com filhos ou dependentes em isolamento profilático.

“Quem tenha de acompanhar um filho ou dependente fica também com falta justificada durante os primeiros 14 dias”, disse a ministra durante a conferência de imprensa que se realizou após a reunião do Conselho de Ministros.



Conteúdo Recomendado