Estado arrecadou mais 978 milhões em impostos até julho

A receita de impostos do Estado subiu, nos primeiros sete meses deste ano, mais 978 milhões de euros do que no mesmo período do ano passado, sendo que grande parte deste valor é proveniente do IRC, adianta o Jornal de Notícias.

O imposto pago pelas empresas fez disparar estas receitas pela aceleração da atividade económica e também pelas medidas de combate à fraude e à evasão fiscal impostas pelo Fisco.

Além do sistema e-fatura, as empresas tiveram de comunicar eletronicamente os inventários, acrescentando a isto diversas ações de fiscalização no terreno. De acordo com o Jornal de Notícias, estas medidas levaram a que mais 110 mil empresas começassem a passar faturas, o que se reverteu num aumento da base tributável.

Apesar da descida de 23% para 21% da taxa do IRC, a receita disparou em julho, o que se traduziu num rendimento de 800 milhões de euros para o Estado. Para encontrar valores tão elevados é necessário recuar a julho de 2009.

Estes números representam um crescimento homólogo da receita fiscal na ordem dos 5%, ficando à frente da subida de 3,8% registada no final do primeiro semestre. A receita aumentou consideravelmente e as empresas grandes são as maiores responsáveis pelo pagamento da dimensão mais alta desta fatura.


Conteúdo Recomendado