Esta semana traz frio e geada

Chuva continua a ser necessária mas não voltará tão cedo. Em vez disso, o tempo vai começar a esfriar, havendo já previsão de ocorrência de geadas no Norte e Centro do país. Há regiões onde os termómetros vão cair até à mínima de… 1ºC.

Adeus, chuva. Foste muito desejada e a verdade é que continuas a sê-lo. A precipitação que se fez sentir no território continental até este sábado não foi suficiente, nem de longe nem de perto, para fazer face à situação de seca que o país atravessa. E as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para os próximos dias não contemplam a ocorrência de episódios de precipitação. Quem o diz é a meteorologista do IPMA, Cristina Simões.

Conforme explicou a especialista ao Notícias ao Minuto, a previsão é de que a depressão que afetou o território continental até sábado vai “deslocar-se lentamente para leste, para Espanha”, fazendo com que os aguaceiros desapareçam de cena gradualmente. Para este domingo, a previsão é já de céu geralmente limpo. Situação que se vai manter no início da semana, segunda e terça-feira.

“De salientar, agora no início da semana a descida da temperatura mínima, temperaturas que vão descer gradualmente, 1, 2 graus havendo possibilidade de ocorrência de geada a Norte e Centro”, refere Cristina Simões, sublinhando que esta é “já uma situação típica para altura do ano”.

Quanto ao risco de incêndio, a meteorologista explicou que a partir de hoje e amanhã, segunda-feira, “é capaz de agravar ligeiramente”, uma vez que “o episódio de precipitação foi curto”.

“Vamos ter novamente um período em que não vai ocorrer precipitação” e isso, combinado com “algum vento” deve agravar ligeiramente o risco de incêndio. “Vamos acompanhar durante a semana, contudo não será uma situação tão gravosa como nos últimos tempos”, frisou.

Quanto à tão desejada chuva, esta não voltará tão cedo. “Talvez dia 7 [terça-feira] ocorra alguma precipitação fraca no Litoral, mas nada de episódios persistentes”, afirmou a meteorologista, acrescentando que o ideal seria chuva persistente, mas não muito forte porque isso traria outros problemas, como derrocadas, uma vez que os solos não têm tempo de absorver a chuva torrencial, sobretudo quando esta cai num período curto de tempo.

As temperaturas previstas para este domingo são de 18ºC de máxima e 12ºC de mínima, em Lisboa. Para Santarém, a previsão para hoje é de 21ºC de máxima e mínima de 11ºC. Temperatura essa que vai descer até aos 7ºC na terça-feira.

A Sul, Faro contará com uma máxima de 22ºC e mínimas de 14ºC. Em Beja, os termómetros vão chegar aos 21ºC de máxima, mas a mínima já impõe respeito: será de 11ºC no domingo, mas vai gradualmente descendo para os 7ºC na terça-feira. Cenário idêntico será o de Évora, com mínimas a chegar aos 6ºC na terça-feira.

No Porto, as temperaturas máximas, este domingo vão chegar aos 18ºC, que se vão manter até amanhã. A mínima é que irá, à imagem do que acontece noutras regiões, cair, fixando-se a partir de amanhã nos 7ºC. Em Braga, as mínimas vão descer dos 6º C de hoje para 4º C na quarta-feira. Em Bragança, já se bate o dente. As temperaturas mínimas vão rondar os 3º C este domingo e o 1ºC no resto da semana. A mínima na Guarda vai variar entre os 4ºC de hoje e os 2º C a partir de terça-feira.



Conteúdo Recomendado