EDP Solidária abre candidaturas para 2016

Projeto já financiou 300 iniciativas, das quais 39 no distrito do Porto. Ao todo, a elétrica nacional canalizou nove milhões de euros para o EDP Solidária.

Arranca hoje e decorre até dia 15 de Maio o período de candidaturas para o programa ‘EDP Solidária 2016’, para a área da inclusão social, “com vista a apoiar projetos que promovem a melhoria da qualidade de vida de pessoas e comunidades em situação vulnerável ou em risco de exclusão social”, refere aquela entidade em comunicado oficial.
Só no distrito do Porto este programa apoiou já 39 projetos nos últimos 12 anos, tendo em 2015 apoiado, entre outros, a Associação Social Recreativa e Cultural Bem Fazer Vai Avante do Porto, na criação de um centro de apoio ao portador de Alzheimer e seu cuidador. No âmbito da saúde, o projeto ajudou o Centro Hospitalar de São João na aquisição de equipamentos e mobiliário para a criação de consultas abertas de cardiologia.
Em 2016 o ‘EDP Solidária’, “que apoiou já cerca de 300 projetos em todo o país, num investimento global superior a nove milhões de euros”, disponibiliza agora mais 2,1 milhões destinados a apoiar três grandes programas: saúde, inclusão social e educação.
Recorde-se que em 2015 o Programa apoiou 25 projetos de inclusão social e atribuiu duas dezenas de bolsas a alunos universitários de mérito, em situação de carência social. No campo da Saúde, “foram financiados 12 projetos na Cardiologia e Psiquiatria da Infância e da Adolescência, seis dos quais integrados no Serviço Nacional de Saúde”. Aquela entidade informa que as candidaturas para a área da Saúde decorrerão entre 27 de Junho e 17 de Julho.




Conteúdo Recomendado