EDP cortou eletricidade a 285 mil famílias em 2013

A EDP cortou, no ano passado, o abastecimento de eletricidade a 285 mil famílias que não pagaram a conta da luz, cerca de 5% do total de clientes da empresa. O processo de corte por incumprimento de pagamento é um procedimento “de último recurso”.

O número de cortes por falta de pagamento manteve-se “estável” nos primeiros nove meses do ano passado, face ao mesmo período de 2012, representando cerca de 5% dos 5,7 milhões de contratos de abastecimento com a EDP, disse à Lusa fonte da elétrica.

“Os comercializadores do Grupo EDP (EDP Serviço Universal e EDP Comercial) têm acompanhado, ao longo dos últimos meses, com o cuidado que a situação merece, a situação dos clientes com dívidas em atraso sendo que, em termos globais, a situação se tem mantido relativamente estável”, afirma a empresa.

O processo de corte por incumprimento de pagamento, ressalva a mesma fonte, é um procedimento “de último recurso”, que ocorre apenas após um pré-aviso de várias semanas, e que, “na esmagadora maioria dos casos”, é seguido de uma operação de religação.

A empresa não divulga o montante de pagamentos em dívida pelos clientes, informando apenas que, entre setembro de 2012 e o mesmo mês do ano passado, os clientes residenciais aumentaram em 15% a dívida corrente, enquanto os clientes empresariais registaram uma “redução significativa” dessas dívidas.

 




Conteúdo Recomendado