Dívida mundial atinge os 100 biliões de dólares

O montante total de dívida emitida em todo o mundo disparou 40% desde a crise financeira, que começou em meados de 2007.

A dívida mundial atingiu atingiu o montante recorde de 100 biliões de dólares (cerca de 72 biliões de euros), à medida que Governos de todo mundo emitiam dívida para combater a recessão e que as empresas aproveitavam as taxas de juro historicamente baixas para se financiarem. Os dados, que foram hoje divulgados pelo Banco for International Settlements (BIS), mostram ainda uma subida de 40% desde 2007, de 70 biliões para 100 biliões. Um aumento que representa mais do dobro do produto interno bruto norte-americano. Ao contrário do que aconteceu nos países periféricos europeus, onde a escaladas das ‘yields’ de dívida pública tornou incomportável o financiamento nos mercados, as taxas de juro para a generalidade das dívidas recuou mesmo de cerca de 4,8% em 2007, para uma média de 2% no último ano, segundo dados avançados pela Bloomberg. “Dada a significativa expansão do investimento público nos últimos anos, os Governos (incluindo Governos centrais e locais) foram os maiores emitentes”, escrevem os economistas do BIS na sua revisão trimestral. Destaque para o Governos dos EUA, cuja dívida total subiu de 4,5 biliões de dólares em 2007 para 12 biliões atualmente.




Conteúdo Recomendado