Distrito da Guarda com risco muito elevado de incêndio

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os concelhos de Aguiar da Beira, Gouveia, Almeida e Manteigas apresentam um risco elevado de incêndio, enquanto que os restantes concelhos apresentam um risco muito elevado de incêndio.

O IPMA colocou em risco máximo de incêndio os concelhos de Alcoutim (Faro), Gavião e Nisa (Portalegre), Sardoal e Mação (Santarém) e Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão (Castelo Branco).

Em risco muito elevado de incêndio estão mais de 60 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Leiria, Castelo Branco, Portalegre, Viseu, Coimbra, Guarda, Viana do Castelo, Vila Real, Braga e Bragança.

O IPMA colocou também vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental em risco elevado.

Para os próximos dias está previsto um aumento considerável de concelhos em risco máximo e muito elevado de incêndio devido à subida da temperatura que, segundo o IPMA, deverá em alguns locais ser superiores aos 35 graus Celsius.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de “reduzido” a “máximo”, sendo o “elevado” o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo e vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte, com rajadas até 60 quilómetros por hora, no litoral oeste, em especial durante a tarde, e nas terras altas até ao meio da manhã e a partir do final da tarde.

Está também prevista uma pequena descida da temperatura mínima e uma pequena subida da máxima.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 9 graus (na Guarda) e os 18 (em Portalegre) e as máximas entre os 22 graus (em Aveiro) e os 34 (em Évora e Beja).




Conteúdo Recomendado