Sporting da Covilhã lança campanha para ajudar a modernizar o estádio

O Sporting da Covilhã, da II Liga de futebol, iniciou esta semana a Campanha do Azulejo Solidário, com vista a ajudar a custear a requalificação do Estádio Santos Pinto.

As inscrições estão abertas na secretaria do clube e os interessados pagam 25 euros por cada azulejo, em verde ou branco, as cores do emblema serrano.

Quando estiver reunido o número suficiente de peças, com o nome e número de sócio, vão ser afixadas na parede junto à entrada principal do estádio, em forma de uma camisola gigante dos ‘leões da serra’.

O presidente explica tratar-se de “um memorial” aos sócios e uma forma de deixarem perpetuada a sua marca no estádio. “É uma questão de orgulho, revela a paixão e o sentimento dos sócios pelo clube”, salientou José Mendes, destacando também a importância do apoio dado ao emblema serrano para concretizar o projeto.

Nelson Manteigas, 29 anos, foi o primeiro a aderir à iniciativa que, na sua opinião, vai contribuir para “tornar o estádio mais bonito, mais moderno”.

“É uma forma de ajudar o clube, uma forma de escrever o meu nome na história do Sporting da Covilhã, ajudar o clube a evoluir e a crescer ainda mais”, disse à agência Lusa o sócio serrano, que fez questão de comprar também um azulejo com o nome do pai, recentemente falecido, e outro com o registo da filha, de apenas cinco anos.

O filiado dos ‘leões da serra’ elogiou a iniciativa e espera a adesão do maior número de sócios. “Todos vão querer olhar para aquela parede e dizer que ajudaram o clube e que têm ali o seu nome”, realçou Nelson Manteigas, para quem o valor a pagar é razoável.

O valor angariado vai servir para atenuar as despesas com a construção da nova bancada nascente e contribuir para a construção da futura bancada poente. Com a modernização das instalações a direção pretende ter um estádio ‘à inglesa’.




Conteúdo Recomendado