Marcelo Rebelo de Sousa inaugurou Exposição sobre Herança e Vivências Judaicas de Portugal

https://www.facebook.com/RadioCaria/?fref=ts

A inauguração teve lugar ontem, dia 20 de março, na Torre do Tombo em Lisboa.

No final do mês esta mostra viaja até Oslo na Noruega, e depois irá seguir em itinerância pelos restantes 37 municípios da Rede de Judiarias de Portugal cuja organização deste evento esteve a cargo deste organismo.

A Rede de Judiarias de Portugal, presidida atualmente por António Dias Rocha, foi criada em 2011 e tem sede em Belmonte, vila do distrito de Castelo Branco onde se encontra uma das mais antigas comunidades judaicas do país.

A Rede de Judiarias de Portugal – Rotas de Sefarad pretende conjugar a valorização histórica e patrimonial com a promoção turística, ação que ajudará igualmente a descobrir uma forte componente da identidade portuguesa e peninsular.

O contributo dos judeus portugueses para a história do mundo foi enorme; desde a ciência náutica que há mais de 500 anos deu ao país um avanço decisivo para o início da globalização, à evolução da economia mundial e da medicina, muitos foram os setores em que o papel dos sefarditas nacionais se tornou preponderante.

Atualmente esta rede integra 37 municípios de todo o país, cinco entidades e duas comunidades.

 



Conteúdo Recomendado