Covid-19: Câmara da Guarda distribui 40 mil máscaras pela população

A ação “terá continuidade ao longo dos próximos dias, junto de toda a população do concelho”.

A Câmara da Guarda vai distribuir, “nos próximos dias”, 40 mil máscaras de proteção pela população do concelho, para prevenção da pandemia causada pela covid-19, anunciou hoje a autarquia.

A autarquia presidida por Carlos Chaves Monteiro refere, em comunicado enviado à agência Lusa, que, no sábado, no Mercado Municipal, procederá à entrega de máscaras à população, “apelando à adoção de comportamentos responsáveis e adequados às normas de disseminação do contágio do covid-19, ditadas pela Direção-Geral da Saúde”.

A ação “terá continuidade ao longo dos próximos dias, junto de toda a população do concelho”, lê-se na nota.

“Com o progressivo plano de desconfinamento e a retoma dos serviços e atividades económicas, que neste momento contam com o contributo de todos”, o município da Guarda considera “importante” que os munícipes continuem a proteger-se e também “ao próximo”.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 269 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Portugal contabiliza 1.114 mortos associados à covid-19 em 27.268 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 9 mortos (+0,8%) e mais 553 casos de infeção (+2%).

Das pessoas infetadas, 842 estão hospitalizadas, das quais 127 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 2.258 para 2.422.

Portugal entrou domingo em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.



Conteúdo Recomendado