Centro de Portugal em destaque na Feira Internacional de Enoturismo

A FINE – Feira Internacional de Enoturismo decorreu em Valladolid na passada semana e juntou operadores de enoturismo de todo o mundo.

A marca Centro de Portugal esteve presente na FINE – Feira Internacional de Enoturismo. O evento, que teve este ano a primeira edição, decorreu nos dias 12 e 13 de fevereiro na cidade espanhola de Valladolid. O Centro de Portugal esteve representado através da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal (ARPTCP), com um espaço situado no Pavilhão 2 do recinto da Feira de Valladolid. Outros expositores de empresas, associações e municípios da região Centro estiveram igualmente presentes no certame.

“A presença do Centro de Portugal nesta nova feira é estratégica e constitui uma aposta clara no futuro. Portugal é um país que desperta cada vez mais atenção entre os apreciadores de vinho, bem como entre os turistas que procuram experiências relacionadas com o vinho. O enoturismo é um segmento da atividade turística que está em pleno desenvolvimento no Centro de Portugal e que tem enorme potencial de crescimento. Os consumidores pretendem experiências singulares e o enoturismo é uma motivação da procura em diversos países”, sublinha Pedro Machado, presidente da ARPTCP e do Turismo Centro de Portugal, anfitrião da marca Centro de Portugal nesta feira.

“A marca Centro de Portugal posicionou-se na FINE com um espaço de 60m2 onde, com uma programação dinâmica, onde apresentou o que a região tem de melhor nos vinhos e enoturismo ao conjunto de operadores de diversas nacionalidades que estiveram presentes em Valladolid. Com a coordenação da ARPTCP e a cooperação ativa das cinco Comissões Vitivinícolas do Centro de Portugal – Dão, Bairrada, Lisboa, Tejo e Beira Interior – deu a conhecer a extraordinária diversidade de tradições, ideias e histórias que têm como fio condutor muitos e excelentes vinhos da região Centro”, refere o Turismo Centro de Portugal.

“As cinco Comissões Vitivinícolas do Centro de Portugal estiveram presentes nesta importante feira no âmbito do Programa Valorizar. Há uma abordagem ao mercado espanhol que tem de ser trabalhada no âmbito do enoturismo. O potencial é muito grande, dada a proximidade: somos a região com mar mais próxima de Espanha”, considera Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada.

“A Beira Interior tem fronteira natural com Espanha. Trata-se de um mercado de 40 milhões de consumidores, que gostam de Portugal, da nossa gastronomia e do nosso vinho”, lembrou por sua vez Rodolfo Baldaia de Queirós, presidente da Comissão Vitivinícola da Beira Interior.

Também presente na feira, Paulo Romão, fundador do projeto Casas do Côro, destacou a notoriedade destes certames: “Não se pode parar de comunicar. Quem não comunica e não está presente nestes momentos, desaparece. As participações em feiras importantes como esta são fundamentais para comunicar e para o cross selling”.

A marca Centro de Portugal aproveitou esta presença na feira para realizar reuniões e estabelecer contactos. Estiveram presentes na feira operadores de países como Estados Unidos, Canadá, França, Israel, Noruega, Reino Unido, Rússia, Suécia, Suíça ou Países Baixos, entre outros.




Conteúdo Recomendado