Detido em Mêda suspeito de tentativa de homicídio e posse de armas de fogo

Um homem de 76 anos foi detido em Mêda, distrito da Guarda, por suspeita de uma tentativa de homicídio e por posse de armas de fogo proibidas, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

O crime de tentativa de homicídio ocorreu numa aldeia do concelho de Mêda, no distrito da Guarda, na noite de quinta-feira, 11 de agosto, pelas 23:30, na sequência de “desavenças antigas” entre dois agricultores vizinhos, afirma a PJ, numa nota hoje enviada à agência Lusa.

Em causa estaria a disputa de um terreno de interesse comum, adianta a Judiciária.

A tentativa de homicídio foi praticada por “meio de um disparo com uma pistola de calibre 6,35 milímetros, que atingiu a vítima na região abdominal”.

O presumível autor do disparo refugiou-se, depois, no interior da sua residência, que, entretanto, foi “rapidamente cercada por elementos da GNR e também da Polícia Judiciária”.

Mas só mais tarde, pelas 07:00 de sexta-feira, “foi possível abordar diretamente o suspeito, que voluntariamente acorreu ao exterior da mesma, embora tenha começado por negar os factos”, acrescenta a polícia.

Em resultado das diligências entretanto desenvolvidas, foi possível “esclarecer adequadamente o sucedido e localizar e apreender três armas de fogo, uma das quais usada na prática do crime”, acrescenta a PJ.

O dedito, depois de sujeito a primeiro interrogatório judicial, ficou em prisão preventiva.



Conteúdo Recomendado