Artistas da Guarda criam plataforma OpusPausa

Trata-se de uma plataforma online sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo a divulgação de jovens músicos em início de carreira, naturais do distrito da Guarda.

Fundada em 2020, a plataforma OpusPausa é gerida por Leonel Andrade, Mariana Rodrigues, Matilde Andrade, Matilde Freiria e Rita Miragaia, todos antigos alunos do Conservatório de Música de São José da Guarda.

Segundo os fundadores, a ideia começou porque perceberam que “poucos são os alunos formados na Guarda que voltaram a ter palco na cidade após prosseguirem estudos de nível superior e que a continuação dos seus percursos artísticos não tem tido por cá a merecida repercussão.
Da necessidade de ver esta realidade alterada e de olhar a cidade com maior esperança no que ao trabalho artístico e à oferta cultural diz respeito, nasce a motivação para a criação desta plataforma. Consideramos ainda necessário e urgente estender a nossa reflexão a todo o distrito da Guarda, onde testemunhamos as mesmas inquietações.”

Apresentam assim “um Opus de músicos de todo o distrito cujo trabalho temos notado silencioso na cidade da Guarda e nas demais cidades vizinhas, acreditando que podemos contribuir para uma mudança positiva neste paradigma.”

A plataforma disponibiliza biografias, gravações, contactos e toda a informação que cada artista considerou relevante, pretendendo dá-los a conhecer a quem possa requisitar o seu trabalho.

Começaram com 39 jovens músicos, entre os se distinguem instrumentistas, musicólogos, etnomusicólogos e produtores, e a plataforma está em constante atualização, como forma de resposta ao capital humano e artístico que se têm cruzado e cujas raízes se espalham por este território disperso e com baixo acesso e adesão à cultura, augurando o crescimento deste projeto.

"Temos o que é preciso para gerar cada vez mais programação"

Os fundadores da plataforma apelam aos programadores artísticos da região que possam focar a sua atenção nesta plataforma. “Não é nosso intuito programar, mas sim fomentar e facilitar a programação artística de todo o distrito, apresentando um conjunto de profissionais qualificados que compreendemos não serem, até agora, conhecidos da generalidade dos programadores culturais.”

"Criar pontes entre artistas e programadores para que a cultura comece de dentro"

“A equipa apresenta-se impelida por uma vontade de mudança, acreditando ser o início de uma vontade partilhada e de uma união que pode ser de todos. Convidamos o público a conhecer o nosso trabalho e a juntar-se a nós na construção de um distrito artisticamente mais rico e atrativo.”

Pode aceder à plataforma AQUI.



Conteúdo Recomendado