Ângela Guerra, Ricardo Morgado, Pedro Duarte e Ester Amorim são os militantes do PSD do distrito nos órgãos nacionais

São quatro os militantes do distrito da Guarda que integram os novos órgãos nacionais do PSD, eleitos no congresso deste fim-de-semana.

São quatro os militantes do distrito da Guarda que integram os novos órgãos nacionais do PSD, eleitos no congresso deste fim-de-semana em Viana do Castelo. Ricardo Morgado, antigo presidente da Comissão Política Distrital da Juventude Social Democrata, é a novidade enquanto vogal da Comissão Política Nacional, tendo sido escolha pessoal de Rui Rio.


O presidente do partido também reconduziu Ester Amorim como vogal da Comissão Nacional de Auditoria Financeira.


Já no que se refere ao Conselho Nacional, Ângela Guerra, antiga deputada e, em 2018, candidata à presidência da Comissão Política Distital do PSD (eleição que perderia para Carlos Peixoto), ascende a este que é o órgão mais importante entre congressos, eleita na lista afecta a Luís Montenegro, encabeçada por Paulo Cunha.


Pela lista oficial entrou Pedro Duarte, de Vila Nova de Foz-Côa.



Conteúdo Recomendado