84% das famílias pagam para ver televisão

Em Portugal, nunca houve tantas famílias a pagar para ver televisão.

No segundo trimestre deste ano, “a penetração [da TV paga em Portugal] foi de 84,4 assinantes por cada 100 famílias clássicas”, de acordo com o relatório da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). Ou seja, mais de 84% têm em casa serviços de televisão por subscrição, o que significa que são cada vez menos as famílias – em junho eram menos de 16% – que estão restritas apenas aos canais emitidos na televisão digital terrestre (TDT) – RTP 1, RTP 2, SIC, TVI e ARTV.

Um número histórico que mantém a tendência de crescimento gradual do número de assinantes de TV por subscrição ao longo da última década e que se acentuou desde o apagão do sinal analógico e implementação da televisão digital terrestre, no início de 2012. Até junho, existiam em Portugal 3,43 milhões de assinantes do serviço de TV por subscrição (mais 183 mil do que no mesmo período do ano passado), ainda de acordo com a Anacom.

As receitas deste serviço (sozinho ou em pacote) “totalizaram 826 milhões de euros” entre janeiro e junho, mais 174 milhões do que nos mesmos meses de 2014. De referir ainda que 86,1% dos assinantes dispunham dos serviços de televisão integrados num pacote de serviços e 17% subscreveram canais premium.



Conteúdo Recomendado