Vinte e dois concelhos de sete distritos em risco máximo de incêndio

Vinte e dois concelhos dos distritos de Santarém, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Guarda, Braga e Vila Real apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo informação disponível na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na Internet.

De acordo com o IPMA, em risco máximo de incêndio estão os concelhos de Mação, Sardoal (Santarém), Vila de Rei, Sertã, Oleiros (Castelo Branco), Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande (Leiria), Góis, Arganil, Pampilhosa da Serra (Coimbra), Sabugal, Guarda, Celorico da Beira, Trancoso, Guarda, Fornos de Algodres, Aguiar da Beira (Guarda), Sernancelhe, Moimenta da Beira e Vila Nova de Paiva (Viseu), Ribeira de Pena (Vila Real) e Cabeceiras de Basto (Braga).

O IPMA colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental com exceção de Lisboa.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13 horas em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.




Conteúdo Recomendado