Turismo do Porto e Norte, do Centro e Castela e Leão reforçam cooperação transfronteiriça no Turismo

O Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) e as entidades congéneres das regiões vizinhas de Castela e Leão e do Centro de Portugal acordaram, numa reunião, uma série de iniciativas tendentes a fazer face à situação provocada pela atual pandemia.

Em comunicado enviado às redações, o TPNP e o Centro de Portugal, realçam que as iniciativas passam pelo reforço da cooperação transfronteiriça em produtos turísticos comuns às regiões, nomeadamente através de uma estruturação, promoção e valorização turística conjunta. Entre os produtos turísticos conjuntos mais relevantes destacam-se o Enoturismo, Gastronomia e Vinhos, os Lugares Património Mundial da UNESCO, o Turismo Cultural e Religioso e as Rotas Napoleónicas.

De acordo com as entidades, na reunião, foi dado um ênfase especial aos Caminhos de Santiago, uma vez que está em curso o processo de certificação dos itinerários. Foi enaltecido o facto de o Caminho Português ser o que mais tem crescido entre todos os Caminhos. Também as Rotas dos Vinhos, que juntam as três regiões, mereceram atenção redobrada.

A reunião, que decorreu através de uma plataforma online, juntou responsáveis das áreas do turismo das regiões Centro de Portugal, Porto e Norte de Portugal e Castela e Leão, além das CCDR (Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional) do Centro e do Norte, entre outras instituições.

A 31.ª Cimeira Ibérica, que vai realizar-se em outubro, na cidade da Guarda, foi outro tema relevante da conversa. Os participantes sublinharam a necessidade de se preparar uma agenda comum a nível do Turismo, enquanto elemento aglutinador em domínios como a mobilidade e acessibilidade, a digitalização, inovação e eficiência energética, a sustentabilidade e economia circular, a coesão territorial e competitividade e a formação e qualificação da oferta e ativos.



Conteúdo Recomendado