Parlamento Europeu aprova acesso gratuito à internet em locais públicos

O Parlamento Europeu votou, no passado dia 12 de setembro, a implementação de internet gratuita em toda a União, que assenta na criação de um sistema único de autenticação em todo o espaço comunitário.

O projeto, da iniciativa do eurodeputado socialista Carlos Zorrinho mereceu largo consenso, tendo sido aprovado com a expressiva margem de 85% dos votos a favor.

A iniciativa wifi4eu prevê a implementação da internet gratuita em toda a Europa através de mais de seis mil ligações wi-fi de alta velocidade, instaladas em áreas públicas como hospitais e bibliotecas, até 2020.

O financiamento comunitário no valor de 120 milhões de euros, será implantado de forma “geograficamente equilibrada” em todos os estados-membros, com base no “primeiro a chegar, primeiro a ser servido”, segundo o Parlamento Europeu.

As candidaturas podem ser submetidas a partir do próximo ano.

No plenário de Estrasburgo, ao abrir o debate sobre a iniciativa WiFi4EU, de que é relator, Carlos Zorrinho disse que a proposta “garante a neutralidade no acesso à internet, a seleção da melhor tecnologia para cada caso, o acesso de forma independente da localização geográfica ou dos rendimentos dos utilizadores”.




Conteúdo Recomendado