Idanha-a-Nova recebe i-Danha Food Lab

O Município de Idanha-a-Nova, o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento e a Building Global Innovators (BGI), aceleradora do ISCTE-IUL e MIT Portugal, têm o prazer de anunciar o evento anual i-Danha Food Lab, que decorrerá de 10 a 12 de novembro em Idanha-a-Nova, na Escola Superior de Gestão.

Este evento marcará o fim do programa de aceleração i-Danha Food Lab 2017, o primeiro acelerador alimentar da Península Ibérica, localizado no coração do mundo rural português: Idanha-a-Nova. Deste modo, acontecerá ao mesmo tempo o International Bootcamp do EIT Climate-KIC que trará a Portugal 63 Clean Tech startups.

Após a maior conferência de tecnologia (Web Summit), a decorrer em Portugal entre 6 a 9 de novembro, a BGI irá reunir neste evento investidores, empresas, startups, empresários, empreendedores e parceiros políticos, e levá-los numa aventura única a decorrer em Idanha.

Portugal está em plena ascensão, bem como Idanha-a-Nova, um lugar inesperado para um evento tecnológico, mas que será a anfitriã deste programa pioneiro em Portugal. O evento define-se pelo seu carácter pioneiro e diferenciado, e queremos que você faça parte do mesmo. Durante estes três dias, poderá assistir e participar em inúmeras sessões relacionadas com AgriTech, FoodTech e CleanTech.

Todos os participantes irão partir juntos de Lisboa, no dia 10 de novembro, numa viagem de comboio pela histórica Linha da Beira Baixa ao lado do inspirador rio Tejo, passando pelas florestas e montanhas que tão bem caracterizam estas localidades. A viagem de comboio será marcada pelo tema ‘Dream Green or Go Gome’, slogan da iniciativa. Nesta viagem poderá conhecer as 63 startups presentes e experimentar a gastronomia da região num ambiente que será animado pelo maior evento musical em Portugal: Boom e outros atores que irão representar cenas históricas e tradicionais portuguesas.

O dia 11 será um dia de sessões com especialistas, e já no dia 12 poderá visitar as tecnologias instaladas em Idanha-a-Nova pelas 6 startups do Acelerador i-Danha Food Lab e voltar para Lisboa com a organização.

Todas as viagens entre Lisboa e Idanha-a-Nova são garantidas pela organização de forma gratuita.

A iniciativa é promovida pelo Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento e cofinanciada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. A organização é da BGI e conta ainda com o apoio do Município de Idanha-a-Nova, Ministério do Ambiente, EIT Climate-KIC e Fundação Ellen MacArthur.




Conteúdo Recomendado