Covid-19: Jardins de infância só reabrem após revisão das regras de distanciamento social

O primeiro-ministro afirmou hoje que as atividades nos jardins de infância só vão poder reabrir quando foram revistas as atuais regras de distanciamento social para prevenir a propagação da covid-19.

Em conferência de imprensa, no final da reunião do Conselho de Ministros, António Costa referiu-se particularmente à situação da educação pré-escolar, frisando que, embora não integrando o ensino obrigatório, “é fundamental no processo de desenvolvimento de todas as crianças e que não pode ser assegurada à distância”.

“O que neste momento posso dizer aos pais e educadores é que só poderemos retomar as atividades nos jardins de infância quando forem revistas as atuais regras de distanciamento – regras que são impossíveis de cumprir em sala por crianças desta faixa etária”, justificou o primeiro-ministro.

António Costa considerou depois que ainda é “prematuro definir um prazo seguro, ainda que indicativo,” para uma eventual reabertura do ensino pré-escolar.

“Este é mesmo o momento de nos impormos o maior rigor no cumprimento destas normas, sabendo que, quanto mais determinados agora formos, mais cedo nos podemos libertar destes constrangimentos”, defendeu.

Neste contexto, o primeiro-ministro sustentou mesmo que a interrupção das atividades letivas presenciais, com a manutenção do encerramento dos jardins de infância, “é um sacrifício necessário que está a ajudar toda a sociedade a vencer esta pandemia”.




Conteúdo Recomendado