Comércio a retalho em Portugal cai 2,5% em setembro e regista 2.ª maior queda na UE

O comércio a retalho caiu 2,5% em Portugal em setembro, face a agosto, depois de nos dois meses anteriores ter subido, sendo esta a segunda maior queda entre os países da União Europeia (UE), divulgou hoje o Eurostat.

Segundo os dados do gabinete oficial de estatísticas, em setembro, o volume de vendas no comércio a retalho caiu 1,3% na zona euro, enquanto na União Europeia o recuo foi de 1,2% face a agosto.

Em Portugal, o comércio a retalho caiu 2,5% em setembro em relação ao mês anterior, tendo o país registado a segunda maior queda, logo atrás da Alemanha (-3,2%). Destaque ainda para o recuo de 2,4% das vendas a retalho na Polónia.

Em sentido contrário, as maiores subidas aconteceram em Malta (1%), Luxemburgo (0,9%) e Hungria e Eslováquia (ambos com 0,7%).

Já fazendo a comparação em termos homólogos, setembro de 2014 com o mesmo mês de 2013, o índice de vendas a retalho subiu 0,6% nos 18 países da zona euro e 1% no total dos 28 da União Europeia.

Em Portugal, a variação homóloga foi positiva em 1,9% em setembro, confirmando o terceiro mês consecutivo de subida.

Neste caso, as maiores subidas foram registadas no Luxemburgo (12,3%), Estónia (9,1%) e Bulgária (5,6%), enquanto as maiores quedas aconteceram na Finlândia (3,2%), Polónia (1,8%) e Dinamarca e Alemanha (0,8% cada um).




Conteúdo Recomendado