Cinco rios em risco de transbordar. Autoridades preocupadas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu para a tarde de hoje o aviso vermelho, o mais grave, para os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Braga, Porto, Vila Real e Viana do Castelo.

As bacias hidrográficas dos rios Tâmega, Mondego, Águeda, Douro e Lima estão a preocupar a Proteção Civil, devido à previsível subida do nível das águas. Até às 12 horas desta quinta-feira, foram registadas cerca de 1800 ocorrências relacionadas com a depressão Elsa. Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro e Viseu foram os mais afetados

Segundo o comandante Pedro Nunes, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), as ocorrências foram registadas desde as 15 horas de quarta-feira.

“A maior parte das ocorrências estão relacionadas com quedas de árvores, quedas de estruturas, havendo igualmente o registo de inundações”, adiantou aos jornalistas Pedro Nunes, em declarações aos jornalistas na sede da ANEPC, em Oeiras, distrito de Lisboa.

As autoridades estão preocupadas com as bacias hidrográficas do Tâmega, Mondego, Águeda, Douro e Lima, devido à previsível subida do nível da água. No Tejo, é afastado um cenário de cheias.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou na quarta-feira a população para o agravamento das condições meteorológicas, com precipitação forte e persistente, vento forte nas terras altas e agitação marítima forte em toda a costa.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu para a tarde de hoje o aviso vermelho, o mais grave, para os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Braga, Porto, Vila Real e Viana do Castelo.

Pedro Nunes alertou ainda que a “situação meteorológica complexa vai continuar nas próximas horas, provavelmente nos próximos dias”, prevendo que as condições meteorológicas “melhorem significativamente a partir da tarde de sábado e manhã de domingo”.




Conteúdo Recomendado