ARBI – Associação de Regantes e Beneficiários de Idanha-a-Nova

ARBI - Associação de Regantes e Beneficiários de Idanha-a-Nova

O Aproveitamento Hidroagrícola de Idanha-a-Nova, situa-se no Distrito de Castelo Branco, nos concelhos de Idanha-a-Nova e Castelo Branco e abrange as freguesias de Idanha-a-Nova, Ladoeiro, Zebreira e Malpica do Tejo.

Detalhes

A Obra de Rega, foi construída em duas fases, a 1ª de 1935 a 1942 e a 2ª de 1944 a 1950. Na 1ª fase foram construídas a Barragem Marechal Carmona, no Rio Ponsul, o Canal Condutor Geral, e os Canais Distribuidores 1, 2, 3 e 17. Na 2ª fase construíram-se os restantes distribuidores, perfazendo um total de 21, e ainda os Canais Condutor Geral do Aravil, o Canal Esquerdo do Aravil, com os seus cinco distribuidores e o Canal Direito do Aravil. Em 1949 iniciou-se a exploração e a conservação da Obra a cargo da JAOHA, tendo sido em 1954 transferida para a ARBI – Associação de Regantes e Beneficiários de Idanha-a-Nova, com sede no Ladoeiro, criada para o efeito por Alvará de Agosto de 1947.



Conteúdo Recomendado

Acompanhe toda a atualidade da Região! Subscreva a nossa newsletter.