Orquestra Sem Fronteiras

A Associação Orquestra Sem Fronteiras existe para apoiar e fixar o talento jovem no interior do país, combatendo o abandono do ensino da música e premiando o mérito académico.

Apresentação

A Orquestra Sem Fronteiras (OSF) é um projeto dirigido pelo maestro Martim Sousa Tavares e tem a sua sede em Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco.

A Orquestra Sem Fronteiras (OSF) oferece aos seus músicos a possibilidade de complementarem os estudos com experiências de trabalho remunerado em ambiente profissional, integrando jovens provenientes de diversos locais e escolas em colaboração com o staff OSF e artistas convidados.

Para além da remuneração, também os transportes, refeições e alojamento durante toda a duração do programa (ensaios e concertos) são oferecidos aos músicos, de forma a garantir uma experiência socialmente equitativa, em que o mérito e o talento são os únicos factores preponderantes para a participação nos nossos projectos.

A OSF visa promover os valores de cooperação e integração transfronteiriça, e combinamos lado a lado músicos portugueses e espanhóis, numa programação que estará representada de ambos os lados da fronteira.

 

A equipa da Orquestra Sem Fronteiras é formada por:

Martim Sousa Tavares – Direção artística / martim@orqsf.com

Catarina Távora – Implementação pedagógica /  catarina@orqsf.com

André Vieira – Comunicação /  andre@orqsf.com

Miguel Herdade – Direção de Projectos Sociais / miguel@orqsf.com



Conteúdo Recomendado

Acompanhe toda a atualidade da Região! Subscreva a nossa newsletter.