Vila Nova de Foz Côa investe 2ME na construção de um mercado municipal

A área envolvente ao futuro mercado municipal será um espaço aberto, sendo um equipamento que foi candidatado ao PARU – Plano de Ação para a Regeneração Urbana.

O município de Foz Côa, no distrito da Guarda, iniciou a construção do novo mercado municipal, um equipamento que representa um investimento de cerca de dois milhões de euros, anunciou hoje o presidente da Câmara.

“O antigo mercado municipal estava desatualizado e achámos que não se apresentava como um espaço digno para um concelho como Vila Nova de Foz Côa. Por este motivo, avançamos com a construção, no mesmo local, de um novo equipamento mais moderno e funcional, conservando apenas a parte frontal do imóvel existente”, disse à Lusa Gustavo Duarte.

O mercado será dotado de cerca de meia centena de espaços comerciais, entre peixarias, talhos e venda de vários produtos, com condições de higiene e segurança alimentar e áreas de lazer.

“Não queremos um espaço megalómano que depois fique por ocupar. Estamos a executar um projeto à medida das necessidades do concelho”, concretizou o autarca.

A área envolvente ao futuro mercado municipal será um espaço aberto, sendo um equipamento que foi candidatado ao PARU – Plano de Ação para a Regeneração Urbana.

“O novo mercado, para além da sua componente comercial e de lazer, será um imóvel dotado de uma arquitetura arrojada, à semelhança de outros existentes no concelho, tais como o Museu do Côa ou o Centro de Alto Rendimento de Remo”, vincou.

Este equipamento, à semelhança da futura unidade turística denominada “Foz Côa Story House”, foi executado através de um concurso de ideias, que envolveu vários gabinetes de arquitetura.

“O concelho de Vila Nova de Foz Côa já arrecadou vários prémios de arquitetura dada a qualidade dos seus equipamentos públicos”, vincou Gustavo Duarte.

Esta obra junta-se a outra já em curso, o “Foz Côa Story House”, um projeto turístico que, além de 10 quartos, restaurante e um ‘wine bar’, irá “contar a história de Foz Côa em diversas vertentes e será, ao mesmo tempo, uma mostra dos produtos locais do concelho”.

Os dois projetos representam um investimento de cerca de quatro milhões de euros na regeneração urbana da cidade de Vila Nova de Foz Côa, detentora de dupla classificação da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura como Património Mundial da Humanidade.

O prazo de construção do novo mercado municipal é de 18 meses.




Conteúdo Recomendado