Vários distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva e vento forte

O IPMA emitiu aviso amarelo para os distritos da Guarda, Castelo Branco e Coimbra devido à previsão de vento forte.

Vários distritos de Portugal continental vão estar hoje sobre aviso amarelo por causa do vento forte e também na quinta-feira devido à previsão de chuva, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA emitiu aviso amarelo para os distritos da Guarda, Castelo Branco e Coimbra entre as 12:00 e as 18:00 de hoje e entre as 09:00 e as 18:00 de quinta-feira devido à previsão de vento forte do quadrante sul com rajadas até 90 quilómetros por hora nas terras altas.

Os distritos de Setúbal, Lisboa e Leiria vão estar igualmente sob aviso amarelo por causa do vento por vezes forte do quadrante sul com rajadas até 70 quilómetros por hora (km/hora) entre as 12:00 e as 18:00 de quinta-feira.

Os distritos de Évora, Faro, Setúbal, Santarém, Lisboa, Leiria, Beja, Castelo Branco e Portalegre vão estar sob aviso amarelo entre as 06:00 e as 15:00 de quinta-feira devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, podendo ser de granizo e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, aguaceiros, podendo ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada, na região Sul até ao final da manhã e nas regiões Norte e Centro até ao final da tarde.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado do quadrante sul, por vezes forte na região Sul até ao final da tarde, com rajadas até 65 km/h, e sendo moderado a forte nas terras altas com rajadas até 90 km/h.

Está ainda prevista uma pequena subida da temperatura mínima no litoral Norte e Centro e descida da máxima, em especial nas regiões Norte e Centro.

As temperaturas mínimas vão variar entre os 6 graus Celsius (na Guarda) e os 13 (em Faro e no Porto) e as máximas entre os 11 (na Guarda) e os 20 (em Santarém).



Conteúdo Recomendado