Unidade Local de Saúde da Guarda recolhe bens para ajudar vítimas dos incêndios

O Serviço de Cardiologia da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda está a realizar uma campanha de angariação de bens para as vítimas dos incêndios dos dias 15 e 16.

A ULS refere em comunicado hoje enviado à agência Lusa que a recolha decorre até ao dia 17 de novembro, devendo os interessados entregar o seu contributo no Serviço de Cardiologia do Hospital Sousa Martins, na Guarda.

Estão a ser angariados produtos de higiene, toalhas, lençóis, cobertores, utensílios de cozinha (talheres, louças, panelas, etc.), fraldas, equipamentos mobiliários e eletrodomésticos, entre outros.

Segundo a ULS, os bens “serão entregues às pessoas lesadas pelos incêndios dos concelhos da Guarda, Gouveia, Seia e Oliveira do Hospital”.

“Ajude-nos a ajudar. Um pequeno gesto pode significar muito para quem perdeu tudo” é o lema da campanha solidária.

As centenas de incêndios que deflagraram no dia 15, o pior dia de fogos do ano, segundo as autoridades, provocaram 45 mortos e cerca de 70 feridos, perto de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 vítimas mortais e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.




Conteúdo Recomendado