Turismo é “janela de oportunidade muito importante” para Portugal e Espanha

O diretor geral do Turismo da Extremadura, o espanhol Francisco Martin, disse hoje que o turismo é “uma janela de oportunidade muito importante” para Portugal e Espanha, e defendeu a melhoria das acessibilidades entre os territórios.

“Eu creio que estamos perante uma janela de oportunidades muito importante, porque os dados que temos da Eurorregião EUROACE (agrupamento integrado pelas regiões do Alentejo e Centro de Portugal e da Comunidade Autónoma da Extremadura) é que no ano passado nos visitaram cinco milhões de turistas e [verificaram-se] dez milhões de dormidas”, disse Francisco Martin.

O responsável pelo Turismo da Extremadura falava à agência Lusa durante o VI Congresso Europeu de Turismo Rural (COETUR), que decorre até quinta-feira no concelho do Sabugal, no distrito da Guarda.

Segundo Francisco Martin, a Eurorregião tem apostado na promoção do enoturismo e do turismo de natureza, religioso e gastronómico.

No entanto, o responsável considera que é necessário “melhorar a conectividade interna na Eurorregião”, destacando a ligação ferroviária de alta velocidade entre Madrid – Extremadura – Lisboa e a finalização da autoestrada Madrid – Lisboa, desde Moraleja (Espanha) até Castelo Branco.

Adiantou que as estimativas apontam que o comboio de alta velocidade (Madrid – Plasencia – Cáceres – Mérida – Badajoz – Évora – Lisboa) levará à Extremadura “mais um milhão de turistas e mais dois milhões de dormidas”.

Com o aumento do fluxo turístico prevê que sejam criados “dez mil novos empregos diretos”, que se juntam aos 91 mil já existentes no setor.

“O turismo é uma das ferramentas imprescindíveis para lutar contra o despovoamento destes territórios do Interior e para se ter esperança futura e perspetiva de vida”, assumiu o diretor geral do Turismo da Extremadura.

Um estudo do Observatório do Turismo Rural relativo a 2018, sobre o setor do turismo rural em Portugal, focado no comportamento dos viajantes espanhóis, refere que 68% dos inquiridos “visitaram terras portuguesas uma vez na vida”.

O documento, hoje divulgado no âmbito do COETUR, revela também que a popularidade de Portugal como destino turístico está a seguir uma “tendência crescente entre todos os viajantes espanhóis”.

Segundo o estudo, há três comunidades autónomas que emitem mais de 30% de viajantes na categoria rural: Galiza, Ilhas Canárias e Extremadura, com 40%, 38% e 35% respetivamente.

O Observatório do Turismo Rural é uma iniciativa de investigação conjunta desenvolvida pela EscapadaRural.com, pela EUHTCETT-UB e pela Netquest, que gera conhecimento e faculta informação de valor sobre o setor do turismo rural em Portugal e Espanha.

O VI COETUR, que junta portugueses e espanhóis no concelho do Sabugal, decorre até quinta-feira com o mote “Destino Ibérico, Turismo Rural aquém e além-fronteiras”.

O evento é organizado pela Escapada Rural, em colaboração com a Rede das Aldeias Históricas de Portugal e o município do Sabugal, com apoio institucional do Turismo do Centro e do Turismo de Portugal.

O programa do evento pode ser consultado aqui.

Acompanhe o evento em direto:




Conteúdo Recomendado