“Transumância” junta teatro e música ao vivo na Moagem do Fundão

O espetáculo é apresentado no sábado e resulta de um trabalho realizado nos concelhos do Fundão e da Guarda.

“Transumância”, de Francisco Duarte Mangas, é o espetáculo de teatro e música ao vivo que é apresentado no auditório d’ A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão, no sábado, dia 17.

O espetáculo destina-se a maiores de 12 anos e explora a “viagem pastorícia, nomeadamente as deslocações que partiam e culminavam na Beira Interior a partir de várias regiões, desde o Douro a Trás-os-Montes, ao Alentejo, e as suas raízes culturais. A partir do livre de poemas de Francisco Duarte Mangas criou-se este espetáculo que será de teatro, poesia e música ao vivo e é apresentado quando forem 21h30.

O projeto “Transumância” englobou a criação de um espetáculo, a realização de uma residência artística no concelho da Guarda – nas aldeias de Famalicão da Serra, Fernão Joanes e Videmonte –, várias oficinas, a publicação de diversos registos áudio, vídeo e escrito de histórias, músicas e ditados. A criação de uma instalação vídeo sobre a Transumância, uma exposição de fotografia e a circulação do espetáculo em várias regiões do País, fizeram parte do trabalho desenvolvido.

“Transumância” tem texto original de Francisco Duarte Mangas, encenação de Inês Leite, direção musical de Rui Rodrigues e interpretação de Sílvia Barbosa. Trata-se de coprodução do Teatroensaio, das câmaras do Fundão e da Guarda e das juntas de freguesia de Famalicão da Serra, Fernão Joanes e Videmonte.



Conteúdo Recomendado