Tradições das Aldeias de Montanha descem à cidade da Covilhã

O evento “A Montanha Desce à Cidade com os Reis” realiza-se nos próximos dias 5 e 6 de janeiro.

Promover, valorizar e revelar a identidade em estado puro das aldeias de montanha do concelho é a forte aposta da Câmara Municipal da Covilhã com a iniciativa “A Montanha Desce à Cidade com os Reis”.

Nos próximos dias 5 e 6 de janeiro, a Praça do Município acolhe um vasto conjunto de atividades que visa celebrar o Dia de Reis e encerrar a programação do “Natal Com Arte”, sob o mote do «retorno ao mundo natural».

“A Montanha Desce à Cidade com os Reis” é um evento que traz agora estas atividades e tradições ao centro histórico da Covilhã para dar a conhecer o artesanato e os sabores da Serra, os jogos tradicionais como o jogo do arco, a corrida de cântaros, o jogo do burro e da malha, entre outros.

A animação e a música não vão faltar com atuações do Grupo de Cantares de Trigais, do grupo de concertinas “Tradições da Beira”, dos Bombos da Bouça, do Grupo de Cavaquinhos de São Jorge da Beira ou do acordeonista André Pais. As surpresas não vão faltar nesta verdadeira festa de montanha no coração da cidade da Covilhã.

Para o Presidente do Município, Vítor Pereira, este será “um evento com sons, artesanato e sabores da Serra, jogos e atividades tradicionais das zonas de montanha, assim como uma exposição fotográfica intitulada «retorno ao mundo rural». Vítor Pereira acrescenta que deseja “encerrar com chave de ouro um conjunto de iniciativas importantes que tiveram lugar nas cinco aldeias de montanha que foram abrangidas por este projeto, fulcral para preservar atividades, tradições, usos e costumes, valorizando as potencialidades naturais e promovendo o turismo em cada uma destas aldeias”.

O autarca aponta ainda a articulação desta iniciativa “com o tradicional cantar das janeiras, que vai trazer muita animação ao centro da cidade e dinamizar o nosso comércio tradicional”.

“A Montanha Desce à Cidade com os Reis” realiza-se na Praça do Município e nas principais artérias do centro da cidade, das 10 às 19 horas dos dias 5 e 6 de janeiro.




Conteúdo Recomendado