Teatro “A Lã e a Neve” este sábado na Casa da Cultura de Seia

A peça acompanha o percurso de Horácio, de pastor em Manteigas ansiando um dia reunir as condições financeiras para poder ter a casa que sonha para viver com a sua família.

A peça de teatro Lano Kaj Neĝo (A Lã e a Neve, na língua esperanto), uma adaptação da companhia ASTA ao romance de Ferreira de Castro, sobe ao palco da Casa Municipal da Cultura de Seia no próximo sábado, dia 16 de novembro, pelas 21h30.

Sob a direção de Miguel Pereira, a peça acompanha o percurso de Horácio, de pastor em Manteigas ansiando um dia reunir as condições financeiras para poder ter a casa que sonha para viver com a sua família, até se tornar tecelão numa fábrica na Covilhã e confrontar-se com a dura realidade do operariado.


“Enquadrada nos anos 40 do séc. XX, durante o período da Segunda Guerra Mundial e com a ditadura em Portugal como pano de fundo, olha-se para a Serra isolada e para as condições precárias em que vivem aqueles serranos, e olha-se para o auge do mundo industrial e têxtil na Covilhã onde o trabalho se torna uma reivindicação social importante”, lê-se na sinopse.


Assim como no romance de Ferreira de Castro, a representação interpretada por Bruno Esteves, Carmo Teixeira e Sérgio Novo coloca-nos perante a busca incessante dos homens e das mulheres por melhores condições de vida, esperando que um dia chegue esse tal “mundo novo” a que todos aspiram.




Conteúdo Recomendado