Projeto da Mutualista Covilhanense vence galardão “Inovar para Melhorar”

O projeto da Unidade Móvel de Saúde da Mutualista Covilhanense venceu o prémio “Inovar para Melhorar” 2016, atribuído anualmente pela União das Mutualidades Portuguesas (UMP). Os resultados foram anunciados na passada sexta-feira, na Torre do Tombo, em Lisboa.

O galardão foi entregue durante as comemorações do Dia Nacional do Mutualismo, com entrega do galardão pelas mãos do presidente da CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, Eduardo Graça, um dos membros do júri desta edição.

O “Inovar para Melhorar” é entregue a projetos de associações mutualistas que sejam modelos de inovação e que constituam exemplos de boas práticas, contribuindo para o desenvolvimento do movimento mutualista e da economia social em Portugal. Para além de Eduardo Graça, constituíram o júri o Presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Solidariedade Social, IP e o Presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Gestão Financeiro da Segurança Social.

Este ano o prémio foi atribuído a duas associações mutualistas, em execuo. A outra mutualidade distinguida foi A Previdência Portuguesa – Associação Mutualista, de Coimbra. O prémio consiste num diploma e num galardão. «Constitui uma honra para nós recebermos esta distinção nacional, resultante da apreciação de um renomeado júri, que se traduz no reconhecimento da importância do projeto da Unidade Móvel de Saúde», afirma o presidente da Mutualista Covilhanense, Nelson Silva.

O dirigente adianta que a Instituição já adquiriu a viatura que funcionará como Unidade Móvel de Saúde, uma Citroen Jumper que está neste momento a ser transformada e adaptada a essa funcionalidade. «Assim que a empresa conclua essa transformação, a Unidade Móvel de Saúde irá de imedato para a estrada, o que prevemos que aconteça ainda durante este Verão», explica Nelson Silva. Esta Unidade Móvel de Saúde destina-se à prevenção, vigilância e prestação de cuidados primários no concelho da Covilhã, com especial incidência nas freguesias rurais, visando beneficiar sobretudo a população mais idosa e com limitações físicas ou geográficas de acesso.

«Através deste projeto será possível levarmos às populações do nosso concelho a oferta ao nível dos serviços de Saúde localizadas nas nossas instalações, com toda a experiência que possuímos nesta área, adquirida ao longo dos 86 anos de existência da Associação», refere o presidente da Mutualista. Na Unidade Móvel de Saúde serão  realizados rastreios cardiovasculares e atos de enfermagem, apostando também na promoção do uso correto do medicamento e na realização de ações de sensibilização sobre a Saúde, entre outros. A telesaúde/teleconsulta é outra das vertentes previstas, uma aposta a implementar através de uma parceria com o Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB) e a Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (UBI). Além disso, o projeto atuará também no domínio do apoio psicológico e social.

Este novo projeto da Instituição tem ainda como parceiros a Câmara Municipal da Covilhã (CMC), o Departamento de Informática da UBI, o MedUBI – Núcleo de Estudantes de Medicina da UBI e diversas Juntas de Freguesia e Instituições Sociais. A Câmara Municipal da Covilhã cederá um motorista habilitado para a condução da viatura, fornecerá combustível e colaborará em ações de índole municipal. Quanto ao MedUBI, os estudantes participarão na realização de rastreios cardiovasculares e em ações de sensibilização sobre Saúde. Já relativamente ao Departamento de Informática da universidade, o grupo NetGNA está a desenvolver soluções inovadoras no âmbito de projetos académicos e de investigação que serão aplicadas e testadas na Unidade Móvel de Saúde.

Atualmente, aquela que é a única associação mutualista em toda a Beira Interior dispõe de um Centro Clínico, com gabinete de enfermagem e consultas de clínica geral e de especialidade, e com uma farmácia.



Conteúdo Recomendado