Morador da Guarda recebeu fatura da luz de quase 7.500 euros

http://www.downloadswallpapers.com/papel-de-parede/luz-da-lampada-14979.htm

José Vasconcelos estava habituado a pagar 60 euros mensais por débito direto. Neste momento, resolveu cancelá-lo enquanto a situação não estiver resolvida.

José Vasconcelos recebeu uma fatura da GALP ON de quase 7.500 euros de luz para pagar. Indignado com a situação, o residente na Guarda, reclamou mas revela que ninguém se dispõe a resolver a situação.

Estava habituado a pagar cerca de 60 euros mensais de luz por débito direto, mas o cliente reparou que a fatura de acertos anuais recebida em novembro do ano passado tinha uma leitura errada.

“Quase 300 kw a mais”, explica José Vasconcelos acrescentando que foi até à Loja do Cidadão verificar a situação.

“Pensei que colocariam as coisas no devido lugar, que o valor a mais seria abatido nos 77,93 euros apresentados inicialmente e que o assunto ficaria resolvido, mas de então para cá tudo piorou”, afirma ao Jornal de Notícias.

Foi então que a GALP ON emitiu uma nova fatura com a retificação, passando o valor a pagar para 157 euros. Seguiu-se outra de 50 euros e várias mensagens com avisos de corte de eletricidade.

A última mensagem, recebida a 13 de fevereiro, indicava que tinha sido emitida uma fatura de 7.481 euros. Caso o montante não seja pago até 3 de março, a luz será cortada.

José Vasconcelos cancelou, entretanto, o débito direto e aguarda que a situação fique resolvida.



Conteúdo Recomendado