Evento: Começa em 2022-06-03 09:00:00

Feira Medieval regressa à cidade de Pinhel em junho

Início: 2022-06-03 09:00:00
Fim: 2022-06-05 23:00:00
Local do Evento: Pinhel
Entidade Promotora: Município de Pinhel

O evento decorre no primeiro fim de semana de junho, nos dias 03, 04 e 05, com o tema “Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal – Guerras Fernandinas 1369-1373”.

A Feira Medieval regressa em junho à cidade de Pinhel e com um novo formato, após um interregno de dois anos devido à pandemia.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, o executivo deliberou organizar a 6.ª edição da Feira Medieval no primeiro fim de semana de junho, nos dias 03, 04 e 05, com o tema “Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal – Guerras Fernandinas 1369-1373”.

O programa do evento inclui manjares, cortejos, torneios, teatro, música, dança e animação de rua, entre outras iniciativas.

A feira regressa “depois de uma pausa forçada” devido à pandemia por covid-19, para permitir “contar” a história e as lendas locais e “devolver” movimento ao centro histórico de Pinhel.

De acordo com Rui Ventura, o certame que envolverá a comunidade escolar, que participará num desfile, terá este ano “um novo formato”.

“Quando digo novo formato é que, este ano, [a Feira Medieval] vai ficar toda dentro de muralhas. [Nas edições anteriores] tínhamos uma parte que não ficava dentro das muralhas. Desta vez, a feira vai ficar toda dentro de muralhas, a despertar curiosidade”, explicou.

O município aproveitou a paragem de dois anos para “refletir” sobre o evento e entendeu que regressaria num formato diferente “para atrair cada vez mais pessoas” e “despertar a curiosidade das pessoas”.

“A Feira Medieval de Pinhel tem uma particularidade que é ter sempre animação de meia em meia hora, desde que abre até que encerra. Este ano, em particular, vai ter concertos de música adaptados à época, no final [de cada dia], no espaço onde tem os bares antigos [a funcionar]”, revelou Rui Ventura.

O autarca de Pinhel lembrou à Lusa que o município realiza a iniciativa, com os objetivos de sempre, ou seja, “atrair gente”, “divulgar o concelho” e dar oportunidade aos alunos das escolas “de conhecerem a história de Pinhel”.

A Feira Medieval representa um investimento que ronda entre 150 a 200 mil euros, segundo o responsável.

O certame regressa após um interregno de dois anos devido à pandemia e, por isso, Rui Ventura tem a expectativa de ter uma “boa casa” em termos de visitantes, dado que a Feira Medieval de Pinhel “atrai muito o mercado espanhol”.

O presidente do município de Pinhel, no distrito da Guarda, também lembrou que a 27.ª edição da Feira das Tradições e Atividades Económicas, realizada nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro, depois de uma pausa forçada e de uma edição ‘online’ em 2021, superou as previsões de público e registou mais de 50 mil visitantes.


Conteúdo Recomendado