Evento tecnológico para jovens reúne 150 participantes no Fundão

Cento e cinquenta jovens vão participar, de 05 a 08 de abril, no “Ignite Your Future”, evento que decorre pelo segundo ano consecutivo no Fundão e que permite o contacto e aprendizagem com as novas tecnologias de informática e robótica.

“Durante os quatro dias do evento, os participantes poderão usufruir de inúmeras atividades tecnológicas e pedagógicas e muita diversão, fomentando o espírito de grupo, o trabalho em equipa e a sociabilização”, refere a organização em nota de imprensa.

A iniciativa é promovida numa parceria entre a Câmara Municipal do Fundão, a empresa Altran Portugal e a Universidade da Beira Interior (UBI), com o apoio do Fab Lab Aldeias do Xisto e da Academia de Código, e cuja participação é gratuita, incluindo alojamento, refeições, seguro e acompanhamento dos estudantes pelas entidades responsáveis do programa.

Com o objetivo de fomentar o interesse por áreas técnicas e tecnológicas que constituem as competências profissionais do futuro, o “Ignite Your Future” proporcionará aos jovens participantes “a oportunidade de beneficiarem de um programa de aprendizagem e competição” baseado em desafios e exercícios no domínio as novas tecnologias, nomeadamente, informática e robótica.

“Durante a semana em que desfrutei das atividades desenvolvidas, tive a oportunidade de adquirir novos conhecimentos, de diversas áreas e de viver experiências que ainda hoje, passado um ano, recordo perfeitamente. Desde jogar basquetebol e setas, à programação de um robô e do seu respetivo funcionamento, foram momentos muito bem passados, em que aprendemos a ‘brincar’ com a tecnologia”, explica o vencedor da primeira edição, José Encarnação, citado na nota de imprensa.

O evento proporciona ainda o contacto e convívio entre estudantes de vários pontos do país, bem como a interação com alunos da Universidade da Beira Interior.

A atração de futuros profissionais para uma área que tem registado franco desenvolvimento em Portugal é outro dos objetivos traçados.

Célia Reis, da Altran Portugal, também salienta as potencialidades desta iniciativa, “quer para a região, quer para as entidades envolvidas e principalmente para os jovens que desejam tomar decisões quanto ao seu futuro profissional, que antecede na escolha do curso superior”.




Conteúdo Recomendado